quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Barulho de água

.
Bashô Matsuo (1644–1694)*
.
.
[O velho tanque -
Uma rã mergulha,
barulho de água.]
.
.
.....(*) Considerado o primeiro e maior poeta japonês de haiku, imprime-lhe o espírito do budismo zen. É uma forma de poesia breve, depurada, simples e fluente. Trata-se de uma reacção estética minimalista à crescente consciência humana do caos.
.

2 comentários:

Pedro disse...

Sabe bem saber que continuas activa :) Por momentos fiquei preocupado. Continua a saborear os momentos que te dedicas a esta bonita tarefa.

beijinhos,
pedro

guidinha disse...

Eu suspeitava que o haiku não te era indiferente.

:))*